segunda-feira, 14 de maio de 2012

Estratégia do GovPB nas Redes Sociais

Todos e todas que estão sempre conectados já devem ter percebido que o Governo da Paraíba está pondo em andamento uma nova estratégia de marketing nas redes sociais. Desconfiei quando vi uma lei publicada no Diário Oficial que autorizava servidores públicos a usarem computadores dos Serviços Públicos para acessarem comunidades virtuais e e-mails particulares. Mas não pude imaginar o que estava em andamento.

No mesmo volume que desaceleram as denuncias no mundo virtual contra o governo do Rei, ampliam-se os perfis oficiais que divulgam as ações do governo no Twitter, no Facebook e, quem sabe, em outras comunidades. Observe que os perfis oficiais são utilizados em qualquer hora do dia ou da noite e a repercussão pode ser dada através de uma retuitada, de um curtir ou compartilhar.

Tuiteiros e facebookeiros de toda Paraíba! Acordem, porque o plano de hegemonia ideológica do governo da Paraíba já está em andamento e, se não falaram as vozes de revolta, falarão as vozes de manipulação e de acomodação.

11 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... descobriu a roda hein!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É camarada! Sou como mulher traída: Última a saber.

      Excluir
  2. Pelo contrário, o Governo do Estado está horizontalizando a informação e facilitando o acesso da sociedade aos órgãos públicos, basta fazer uma busca e ver a interação que há. Cito o exemplo da Cagepa. E quais são as vozes da revolta, a sua que se esconde atrás de um perfil não identificado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro amigo, não existe anonimato na internet. E os mais chegados já me conhecem. E não há qualquer constrangimento em me apresentar. Porém, prefiro não ganhar visibilidade. Anônimo é um conceito e não um esconderijo.

      Excluir
  3. Saiba meu caro que o modelo organizacional do Governo da Paraíba esta em torno das Comunicação com a população. E esta sendo referência entre outros estados. A partir do controle gerencial e verdadeiro de como toda classe Paraibana esta recebendo informações. Um exemplo é Orçamento Democrático Estadual. Em que momento da História de politica Paraibana houve um Governador dialogasse com toda a população olhos nos olhos, prosa a prosa, história a história, verdades a verdades? Hein meu caro?

    Este Governo veio para mudar. E quem quer mudar vai atrás de mudar. O exemplo comunicativo do Novo Governo Paraibano é sincero e vai tornar a nova Paraíba evoluída. Antes de parar pra pensar em escrever bobagens acessa esse site aqui. O portal de notícias do Paraibano www.paraiba.pb.gov.br Te convido também a acompanhar A democracia ao vivo e sem cortes. Assista O Orçamento Democrático Estadual www.paraiba.pb.gov.br/aovivo/ode .Você é um cidadão.Você é a democracia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conheço bem o discurso oficial, sei das estratégias de comunicação e de difusão das informações de interesse oficial. Não sou marqueteiro, nem tão pouco político profissional, mas...

      "Eu tenho tanto pra te falar
      Mas com postagens, não vou dizer".

      A propósito, você é uma pessoa muito educada.

      Excluir
  4. Respostas
    1. kkkkkk
      Essa foi uma postagem muito inteligente.

      Excluir
  5. Hoje o que se vê na máquina estadual, são "funcionários" logados em redes sociais, enquanto que o cidadão comum pena para ser atendido em uma repartição qualquer, para resolver um pífio problema. Na última semana, procurei o presidente de um órgão estadual para resolver um problema com um amigo, pasmem, até chegar ao presidente passei por 5 fases, me senti componente em um game virtual 3D: Recepcionista, Assistente da secretária da secretária do chefe de gabinete, secretária da secretária do chefe de gabinete, chefe de gabinete e então o Presidente! É por esse e outros motivos que o serviço público é uma porcaria, efetivo acha que não deve trabalhar e contratados tem a certeza!!!
    Um bom dia!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. Infelizmente temos sofrido muito com a cultura instalada nos serviços públicos e que só conseguem ser apagadas com maquiagem pesada e a omissão de muitas das vítimas

      Excluir

Faça Sua Crítica