quinta-feira, 31 de maio de 2012

MENSAGEM DE ANONYMOUS



INFORME TÁTICO #OpRio++ ALVO PRIMÁRIO: Rio+20

DESCRIÇÃO: A Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, será realizada em junho de 2012, na cidade do Rio de Janeiro. A Rio+20 tem por objetivo definir a agenda do desenvolvimento sustentável e da economia verde para as próximas décadas.

ANÁLISE: A falta de ações para superar a injustiça social e ambiental tem desacreditado a ONU. O desenvolvimento sustentável da forma que será discutido na Rio+20 não contempla uma mudança real no atual modelo de produção e consumo, sem a qual não é possível falar realmente em sustentabilidade. A economia verde significa a privatização do meio ambiente, em que a biodiversidade, e o carbono serão negociados no mercado financeiro, como está para acontecer na Bolsa de Valores de ativos ambientais, a BVRio.

ALVO SECUNDÁRIO: Cúpula dos Povos

DESCRIÇÃO:

A Cúpula dos Povos é um evento organizado por setores da sociedade civil paralelo à Rio+20 e que pretende denunciar o capital, as causas das crises, das falsas soluções e estimular alternativas e a organização de movimentos sociais em uma luta anticapitalista, com o lema: "Vamos reinventar o mundo".

ANÁLISE:

A Cúpula dos Povos não tem legitimidade para se opor à Rio mais 20.

O chamado para a Cúpula dos Povos veio do Fórum Social Mundial, criado sob a tutela do ex-presidente Lula, e que na última edição contou com a presença da presidente Dilma. A Cúpula é organizada por várias entidades, entre elas a CUT e a UNE, ligadas aos partidos políticos que aprovaram o Novo Código Florestal e contrários as manifestações que exigiam o veto da presidente. O evento custou 10 milhões de reais, financiados pela Caixa Econômica Federal e por instituições como a Fundação Ford que são conhecidas por servir aos interesses econômicos dos Estados Unidos.

A política do governo Dilma favorece a indústria do petróleo, privilegia o lucro dos bancos e especuladores, constrói Belo Monte e causa catástrofes ambientais com graves consequências para o futuro de todo o planeta. A Cúpula dos Povos é um evento patrocinado pelo governo brasileiro, e não tem qualquer legitimidade para contestar o capitalismo e os crimes ambientais das corporações, não se presta como plataforma para a busca de alternativas e, de fato, serve de instrumento para reprodução do Sistema. 

É uma manobra das elites para cooptar os movimentos sociais e não deixar que atrapalhem a conferência das Nações Unidas, como siatlo em 1999.

"Reinventar o mundo" com dinheiro sujo é reproduzir o mundo atual.

FIM DO INFORME DEFININDO: VERTENTES DE AÇÃO: Primeira etapa: ANONYMOUS:

++ Promover um debate aberto e apartidário sobre o meio ambiente e o avanço do capitalismo verde.

++Viralizar informações sobre a verdadeira natureza de ALVO SECUNDÁRIO: Cúpula dos Povos

++Preparar-se para Segunda etapa: ALVO PRIMÁRIO: Rio+20

#OpRio++: ATIVADA

Nós somos Anonymous
Nós somos Legião
Não perdoamos
Não esquecemos
Espere por nós

Shopping Mangabeira, Mata Atlântica e uma foice na preservação

A construção do Novo Shopping Mangabeira ainda não deu tudo que deveria ter dado. Certamente que ambientalistas já devem ter calculado o prejuízo que será para o futuro da Mata Atlântica a construção do Shopping Mangabeira no Meio de uma área que poderia ser tranquilamente classificada como CORREDOR ECOLÓGICO.

O fato é que o Novo Shopping pode fazer um corte dentro dos resquícios de Mata Atlântica e, de forma irrecuperável. Além disso, na contramão das ações da Prefeitura Municipal de João Pessoa que tem promovido a desapropriação de áreas estratégicas como a Fazenda Cuiá no Valentina e do Aeroclube da Paraíba, o Governo do Estado está ampliando a ferida na Mata e promovendo algo que nos fará mal a longo prazo em termos ambientais. Ou seja, o govPB e o Sr. Roberto Santiago estão prejudicando um importante respiradouro para Mangabeira, Bancários, José Américo, Água Fria, Jardim Cidade Universitária e toda aquela área.

A quebra desse corredor ecológico que poderia ligar tranquilamente pontos isolados da Mata Atlântica, sobretudo aquele que corta Bancários e Mangabeira.

Ainda que possa haver argumentação para negar o que estou dizendo, estou convencido de que tal qual o Shopping Manaíra promoveu um crescimento desordenado no Bairro do Bessa e Manaíra, o mesmo poderá ocorrer nas áreas que hoje poderiam ser tidas como de preservação permanente ou mesmo transformadas em Parques Ambientais e, depois, é bem capaz de áreas privadas (como as "granjas" hoje existentes nos Bancários") precisem ser desapropriadas para cobrir o prejuízo que a ambição do dono do Shopping promoverá apoiada pelo Sr Ricardo Coutinho e Cássio.

O Amor vira-lata entre Ricardo e Agra

Eu quero ver vc localizar neste vídeo os representantes supracitados...

kkkkkkkkkk


PSB: Uma ditadura democrática

Ajudem-me os que conhecem a lógica político-partidária com maior propriedade. Mas só posso ver como uma prática ditatorial essa decisão que desautoriza a maior autoridade partidária no nível municipal em João Pessoa. Luciano Agra, provavelmente vai sofrer as consequências das inúmeras irregularidades da sua gestão e do seu antecessor, mas não é de se esperar que ele seja trucidade pelo seu próprio partido.

Pra nós resta a certeza que esse imbróglio serve apenas para desmascarar o discurso democrático do qual o PSB é autor e defensor. Não existe democracia no PSB [como talvez não exista em nenhum partido político]. Não merece crédito, nem mesmo a convocação de um congresso ou assembléia, afinal os votos são negociados e barganhados com o uso de muitos recursos relacionados com a administração pública e o espaço dentro do Partido.

Sou leigo, mas não posso negar que é de uma profunda incoerência não respeitar a vontade do Prefeito Luciano Agra para tentar a reeleição na cidade de João Pessoa. Pior ainda é impor uma candidata que não goza de qualquer capital político capaz de garantir-lhe votos suficientes para ao menos chegar no segundo turno das Eleições Municipais.

Minha conclusão é que a máscara caiu. A Ricardo e Sua banda do PSB resta fazer como Hitler e exterminar os "traidores" internos. A Luciano Agra e sua fraca banda no PSB municipal resta uma espécie de ir pro tudo ou nada e ver o que lhe restará depois da batalha e isso, muito provavelmente fora do Partido do qual Reicardo Coutinho é o dono e líder supremo.
Pra não dizer que não falei das flores - Geraldo Vandré

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Agenda Crítica _ Vamos a Plenária OD

1ª Região - João Pessoa - 09/06 - Sábado - 16hs.

Local: Vila Olímpica Ronaldo Marinho (antigo DEDE)
Rua Desportista Aurélio Rocha, s/n. Bairro dos Estados, JPPB.

PRIORIDADES:

- VALORIZAÇÃO DO SERVIDOR PÚBLICO

- RESPEITO DO PISO NACIONAL DO MAGISTÉRIO

- REALIZAÇÃO DE CONCURSO PÚBLICO PARA SUBSTITUIÇÃO DE PRESTADORES DE SERVIÇOS TEMPORÁRIOS

- PELO FIM DA TERCEIRIZAÇÃO DA SAÚDE NO HOSPITAL DE TRAUMA E EM OUTROS HOSPITAIS

- PELA REABERTURA DE TODAS AS ESCOLAS FECHADAS EM VÁRIAS CIDADES DA PARAÍBA

- RESPEITO A AUTONOMIA DA UEPB, DO FISCO.

- PELA REMUNERAÇÃO DIGNA DOS POLICIAIS, NOS MOLDES DA PEC 300

- PELA PARIDADE DE RENUMERAÇÃO ENTRE ATIVOS E INATIVOS NO ESTADO DA PARAÍBA

#INCLUA SUA PRIORIDADE PARA O ESTADO DA PARAÍBA



Lula, o Supremo e a verdade dos fatos

Acho que foi uma jogada de mestre lançar essa notícia referente ao encontro entre Lula e Gilmar Mendes. Independente da verdade ou da mentira, isso chamou atenção de todos para o velho escândalo do Mensalão. O resultado é que vamos ter maior celeridade para que esse processo seja julgado pelo Supremo.

Agora, apesar de parecer algo bombástico, a suposta tentativa de interferência de Lula no Poder Judiciário não é por mim vista como uma novidade. Qualquer ser humano que goze de suas faculdades mentais normais e tenha uma inteligência mediana, sabe que a ingerência entre os Poderes da República é algo comum e até naturalmente tolerado pelos atores envolvidos.

Tão evidente esse fato, que prova melhor não há de que a escolha de Ministros do Supremo, em ultima instância, depende do Parecer dos agentes políticos do Poder Executivo e Legislativo.

Nessas bandas do Nordeste, na Paraíba, as recentes declarações do Governador Ricardo Coutinho de que o Ministério Público evolui ao não partidarizar a relação com o governo é uma forma de confirmar que a ingerência política existe no interior dos Poderes.

Não dá pra ser ingênuo, não dá pra acreditar em doentes! Doendes Mentem! Imagina esse balaio de amigos que gozam do privilégio de receber salários acima da média de 95% dos brasileiros e que tem o poder para decidir sobre a maioria dos recursos públicos e também decidir quase monocraticamente sobre nossos destinos

A verdade dos Fatos é que TODOS MENTEM. A muitos tem a necessidade de acreditar para poder não sofrer com tanta frustração.

PSB: Herdeiros do Projeto de Sociedade iniciado pelo PT

Qual de nós não vislumbrou novos tempos com a eleição de Lula para Presidência da República? O Partido dos Trabalhadores, de bases socialistas tomar o governo de uma nação grandiosa como o Brasil realmente foi além das expectativas de muita gente. É bem verdade que isso só se deu depois de um casamento promíscuo com os donos do Capital.

Nem Lula nem o PT instituiram no Brasil uma República Socialista. Na realidade, apenas deram continuidade ao Projeto Neoliberal iniciado por Collor e Fortalecido por Fernando Henrique Cardoso e deram maior atenção para os Projetos na área social que, se tornariam seus maiores cabos eleitorais, sobretudo no Nordeste.

Ante o inconteste desgaste moral sofrido pelo PT, não parece haver dentro das Oposições conservadoras, esperança ou opção que mantenha o perfil que atenda a expectativa do povo brasileiro. Nesse contexto, é inconteste a posição privilegiada do PSB. Partido que goza de muitos acessos, inclusive podendo transitar com certa liberdade entre governo e oposição.

O PSB, pode sofrer por conta da confusa política de alianças que se constrói no Brasil, mas, não tenho dúvidas que eles representam herdeiros naturais para substituir o Governo do PT em nível nacional já nas próximas eleições presidenciais.

Mas, não acredito que vão deixar eles correrem soltos para o topo dessa pirâmide.

A Cultura Privatista é pilar para Corrupção do Estado

Não poderia ter levantado uma tese mais verdadeira do que essa! A cultura que mantem o Estado e sua relação comercial com o setor privado é o principal pilar de sustentação da cultura de corrupção que assola nossa Nação. Vejam nossa história recente ou, não tão recente. Analise todos os escândalos já pipocados até hoje.

A corrupção de Estado tem como principal motor a privatização do Estado. Quanto mais serviços do Estado são privatizados, mais força ganha os que adoram roubar o Estado. 

Em toda relação em que o Estado se aproxima dos interesses privados do capital é possível que se abra uma porta para a prática da corrupção. 

Podemos afirmar categoricamente que existem leis no Brasil que tem como principal atributo corroborar para a prática da corrupção quando se trata da relação público privado.  E, ainda que não seja legislador, vou citar um exemplo apenas: a Lei das OS, as leis que autorizam a terceirização de serviços meios e fins.

No Brasil, a corrupção tem respaldo legal e o corrupto tem escudo nessa mesma justiça que deveria puni-los.

A Força de Agra - O Gato Guerreiro

Deixa eu Virar Gato Guerreiro pra você ver
Agra é um Anonymous! Quem aí pode lembrar do nome de Agra antes dele ter sido lançado vice-prefeito na Chapa encabeçada por Reicardo Coutinho em 2008? Esse personagem que pipoca agora no cenário político paraibano era uma daqueles colaboradores estratégicos que serve pra tudo, menos para aparecer na mídia. Mas o Mago resolveu tirar o Arquiteto do Anonimato e talvez não imaginasse que estava despertando o "Gato Guerreiro".

Pra quem não viveu essa época, o "Gato Guereiro" era o tigre de estimação de "Príncipe Adam" aquele que, ao levantar sua espada se transformava em "He Man" e, ao apontar a energia da sua espada para "Pacato", imediatamente o transformava no corajoso e forte gato guerreiro do desenho animado.

Luciano Agra tomou gosto pela Espada e agora quer tomar o lugar de He Man e sair de uma vez por todas daquela posição vexatória de sombra anônima de seu partido.

O Gato Guerreiro foi um aluno aplicado e está fazendo excelente uso da retórica - ainda que apenas em cartas. Como cidadão embreagado pela capacidade crítica do senso comum, devo reconhecer que Luciano Agra neste momento acumula um poder de convencimento que, caso não seja ouvido e respeitado em seu pleito junto ao "Esqueleto" será certamente o desenhar de uma derrota vergonhosa e avassaladora para o PSB.

Luciano Agra convence e tem real potencial para desbancar as oposições se, e somente se, os sucessivos escândalos na PMJP e no Governo do Estado não criarem uma situação de inelegibilidade ou de impopularidade a tal ponto que não reste esperança no jardim socialista seja qual for sua opção.

 Exemplo Clássico do confronto Ricardo x Agra

terça-feira, 29 de maio de 2012

ESCÂNDALO: As fardas, a Educação e a gota d'agua

Não fosse a sequência de escândalos que envolvem a gestão do PSB no Reinado do Sol, muitos cidadãos já teriam motivos de sobra para protestar, mostrar indignação e pedir a imediata cassação do Prefeito de João Pessoa, Luciano Agra. Esse escândalo das Fardas deveria ser a gota d'agua, sobretudo se considerarmos que ainda temos escolas onde os alunos não receberam esse precioso material escolar.

Mas quisera eu que esse problema das fardas e do patrimônio público sendo incinerado fosse o maior dos problemas da Educação. Não é! A Educação de João Pessoa, apesar de todo esforço da gestão municipal, anda capenga e pedindo socorro. E essa crise que se avoluma na educação municipal, se soma a crise geral da Educação no Brasil que, a muito tempo está sendo queimada por governadores, prefeitos e pela própria Presidência da República que transformou o ensino em fast food.

Tenhamos a devida atenção pelo que acontece no interior das nossas escolas, vamos olhar os boletins escolares, vamos olhar as competências que os nossos alunos estão desenvolvendo a partir da escola e como estão adoecendo nossos educadores. Vamos passar a Educação a Limpo, porque neste momento o Quadro é Negro.

Hospital Monte Sinai: Exemplo de privatização da Saúde

Se você mora em João Pessoa, já deve ter ouvido falar do Hospital Monte Sinai. É um prédio imponente, localizado numa das áreas mais privilégiadas de Jaguaribe, cujo entorno é repleto de prédios públicos e serviços de saúde. Trata-se de um hospital filantrópico que atende: UNIMED, Bradesco Saúde, SUS e outros convênios privados.

Agora, imagine um hospital onde diferentes tipos de usuários (classificados conforme a forma de pagamento) recebem atendimento. Imagine a forma como é tratado um paciente do SUS quando é internado naquela unidade, e, se for da UNIMED? Será que ambos ficam no mesmo espaço, será que gozam dos mesmos privilégios.

O Hospital Monte Sinai é um exemplo de como poderá ser o atendimento num SUS onde reine a privatização ou, onde a relação entre público e privado se dê dentro de uma mesma estrutura. Nesta unidade hospitalar existem os leitos para o SUS e os Leitos para os demais pacientes; se, fisicamente separados, devemos entender que a razão para tal separação deve ser por critérios médicos, mas não são. Estão diretamente relacionadas com a diferenciação de atendimento entre aqueles que "pagam" diretamente seu tratamento e daqueles que recebem "gratuitamente" assistência pública.

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Agra, PSB e o Governo de Plástico

Enquanto pipoca na mídia crítica mais um escândalo sobre compras superfaturadas na Prefeitura Municipal de João Pessoa, o Prefeito Luciano Agra mostra a plasticidade do PSB para tentar enganar a opinião pública e manter com total cinismo as suas ilegalidades, ou melhor, suas irregularidades. 

Não se trata apenas de comprar copos superfaturados! Se trata de fazer uma compra desnecessária e suficiente para abastecer as demandas da PMJP por pelo menos uma década! Tudo bem se exagerei um pouco. Mas a verdade é que não faz qualquer sentido o volume de descartáveis comprados pela Secretaria de Saúde de João Pessoa. Sobretudo, se considerarmos que a gestão não gosta de comprar no ano anterior o que pretende gastar somente nos próximos anos.

Mas, pra mim, o pior de tudo é saber que o discurso de plástico do PSB tem poder de convencimento e pode até influenciar algumas mentes menos desavisadas. Afinal, se houvesse suficiente capacidade crítica na maioria dos cidadãos, nem mesmo seria lembrado nas pesquisas de intenção de votos os pré-candidatos referendados pelo Partido Socialista Brasileiro que, aliás, de socialista não tem é nada.

O que me anima é saber que o recurso retórico tão bem utilizado pelo partido de Plástico a cada dia perde mais a sua força e capacidade de convencimento. E não há quem possa reconstruir a imagem do PSB da Paraíba como um partido sério.

domingo, 27 de maio de 2012

Mentes Tão Bem!

A quem você gostaria de dedicar essa música?

Corrupção em Alto relevo

Não fosse brasileiro, e já não estivesse chegando nos "entas" estaria com muito maior espanto do que o deste momento crônico em que testemunhamos na terra tupiniquim. A corrupção talvez não seja qualquer novidade pra nós que "nesta terra miserável" vivemos entre feras. Mas agora a corrupção está em alto relevo e somente a imprensa golpista não dá a ela o devido enfoque e espaço.

Isso é fato! Estamos diante de um escândalo devidamente escancarado e que abala em profundidade os pilares da nossa pseudo-democracia. Usando o jargão de Lula: Nunca dantes houve tão consistente prova de que o processo democrático brasileiro é um jogo, um teatro, os resultados evidenciados nas urnas em nada alteram a hierarquia do poder dos que verdadeiramente governam.

Faça um resgate dos escândalos que se seguiram em nossa Nova República. Vá mais atrás! Veja quem mamava nas tetas da ditadura. Claro! Absolutamente comprovado que você vai encontrar uma lógica de poder que sempre manteve os seus fundamentos num grupo de pessoas muito restrita e que, por raras vezes, se confrontaram entre si. No máximo, aceitaram uma alternância para respeitar o teatro democrático.

Agora, vivemos uma nova realidade. Estamos diante de um contexto onde o poder econômico pode já não mais ter a mesma influência que em tempos de outrora [ainda que teime]. Pobre seres, podem em qualquer lugar dessa Terra, diante de um simples computador ou mesmo um celular com acesso a internet, provocar verdadeiras revoluções.

Devemos pensar o que fazer diante da corrupção que salta aos nossos olhos e como reagir de forma a bani-la de uma vez por todas. Não cabe ao surgimento de um líder carismático, não depende de poder econômico, não está dentro da política partidária tradicional, está bem diante de nós. Está na forma como permitimos que nossa riqueza seja administrada pelo Estado e transferida para as mãos de uma minoria que investe pesado para tentar manter 95% da população num estado de torpeza e alienação que já não cabe na era em que vivemos. 

Precisamos de uma nova forma de organização social, uma nova forma de mobilização e articulação com o povo. Urge tomarmos daquela minoria que governa o poder que é das maiorias. É o poder das Massas.

sábado, 26 de maio de 2012

Oposição e Situação: Mas a farinha é a mesma

Nós somos Legião
Vamos conversar um pouco sobre essa onda de denúncias que pipocam pra todos os lados. Os três poderes da República estão de calças curtas e, se estivéssemos num lugar mais sério, já haveria pipocado uma revolução ou, ao menos uma revolta generalizada. Devo poupar-lhe de relatar todos os escândalos, apenas precisamos entender que eles estão explodindo pra todos os lados e ninguém pode mais levantar a bandeira da moralidade como característica central de qualquer partido que seja desses que lutam pelo poder no topo da hierarquia política.

Gostaria de poder apontar um líder, um baluarte na luta que devemos travar para moralizar e acabar com a corrupção no Brasil, mas não existe! Infelizmente, os que detém a simpatia das massas ou o poder político ou jurídico são seres decaídos e decadentes. Não vou dizer que todos são corruptos, pois não é verdade. Sei apenas que não podemos confiar em ninguém, porque muitos são tolerantes para com a corrupção, com os corruptores.

Mas ainda há esperança. Não podemos achar que tudo está perdido. Temos a possibilidade de levantar nossas bandeiras, tomar as ruas, tomar os parlamentos, tomar os tribunais, se apropriar de uma força e de um poder que é nosso. A democracia nos permite ir além da vontade dos que estão no poder, ela nos permite tomar o poder das mãos daqueles que não são dignos dele.

Existe uma forma de organização social que apodera o cidadão em cada casa, em cada rua, cada comunidade, cidade e Estado. A nação nada mais é que um conjunto de pequenos grupos que por, não estarem devidamente organizados se permitem ser dominados por uma minoria de líderes carismáticos e inteligentes que se aproveitam para tirar de nós a liberdade de decidir sobre nosso próprio destino e nossa própria riqueza. Temos o dever moral de acabar com essa situação humilhante e constrangedora.

Mobilidade UrbanaJP: Laboratório no Trânsito

Já faz algum tempo que venho observando as mudanças no trânsito de João Pessoa e também não é de hoje que tenho a impressão que o que os engenheiros de trânsito estão fazendo em João Pessoa é bem mais um laboratório do que de fato um projeto para melhorar a mobilidade urbana dessa cidade.

Como sei que não temos muito tempo pra ler, vou só destacar três exemplos:

1) Pra que serviu afinal, alargar o acesso a Pedro II? Na hora do rush é igual a 10 anos atrás.
2) Pra quê afinal entupir a cidade com rotatórias? Elas estão até onde não cabe!
3) E a "semaforomania"? só no finalzinho da Epitácio Pessoa tem mais que em toda Beira Rio!

Francamente! A minha única previsão para o futuro é que tudo isso vai ser desfeito outra vez daqui alguns anos por alguém que saiba realmente como organizar o trânsito de uma cidade que postula em ser metrópole.

Claro que não são de todo inúteis! Algumas até modificações até foram inteligentes! Deixa eu citar um exemplo...
é, é é é... 

Bom! Deixa pra lá.

Mas, eis aí uma pérola da genialidade que mudou o trânsito em Miramar
Se você não entender... Freud Explica!

CARA! Alho superfaturado é o cúmulo!

Sabemos que pode haver alguma explicação técnica para mais um escândalo envolvendo as licitações da Prefeitura Municipal de João Pessoa. Mas, não dá pra deixar de ficar abismado com a aparente CARA de PAU que reina no núcleo adminstrativo da PMJP.

Parece que o cidadão paraibano, em especial o pessoense, resolveu incorporar de vez a nossa cultura aquela máxima que diz: "rouba, mas faz". Afinal, a muito já deveria ter havido algo mais significativo para mostrar nossa intolerância contra a corrupção e também contra a incompetência administrativa, pois, ainda que haja uma explicação técnica que justifique o preço abusivo do ALHO comprado, ainda fica a certeza que nem fazer comprar a PMJP sabe fazer. Afinal, tá pagando mais caro do que se resolvesse comprar num supermercado.

Veja a denuncia veiculada no portal do ClickPB.

Precisamos, ainda, descobrir onde danado eles foram achar tanto vampiro pra precisar de tanto alho assim!

Também aproveite para ver a outra notícia sobre o ABACAXI e a BATATA INGLESA superfaturados.
Enfim, A batata dessa gestão está assando e precisamos nos livrar desse abacaxi o quanto antes.


sexta-feira, 25 de maio de 2012

Conversa Fiada de Político

Tem algumas coisas que podemos observar no discurso político que tem um poder hipnótico para as massas. Vou destacar dois mais importantes e outro, nem tanto.

Fernando Henrique quando precisou tomar medidas impopulares para impor o projeto neoliberal do FMI e outros organismos internacionais ele destacou e repetiu seguidamente uma espécie de reza como se houvesse uma necessidade de sacríficio para que o Brasil pudesse se organizar e tomar o crescimento econômico com distribuição de Renda.

Lula quando tomou o poder, foi logo falando em acabar com a fome... Criou o tal "Fome Zero". Manteve a política de governo do governo Lula e investiu pesado na área social. A sacada de Lula foi criar uma meta inatingível, ampliar os benefícios da Assistência Social e dar universidade privada para pobres. Ele também criou seu jargão. O famoso "nunca antes na história do Brasil". Lula foi o cara.

Aqui por essas bandas, Ricardo Coutinho também criou seu chavão, sua marca, sua identidade publicitária para manter e ampliar os votos. Ele imprimiu a ideia da renovação, de que representa o novo, o ousado. Ricardo tentou a todo custo se destacar como os grandes administradores dessa capital e criar sua própria arquitetura para a cidade. Colocou todos os seus adversários como representantes de um passado fracassado e de uma ameaça ao futuro. Ele, apesar da peculiar arrogância, se apresentou e convenceu a todos como um salvador, um homem que escuta e que respeita o povo. Também construiu castelos de sonhos no imaginário da população e tenta a todo custo manter os cidadãos sobre essa nuvem de fantasias e encantos.

A verdade sobre tudo isso é que eles são vendedores de ilusões. Eles oferecem um paraíso na terra mas, na realidade estão apenas dando as pessoas aquilo que sabem que as pessoas querem ouvir. Eles não são obrigados a falar toda verdade mas apenas aquela que for mais conveniente. Eles sempre prometem coisas que não se pode alcançar no tempo de sua gestão e cria no imaginário a necessidade de continuidade de seus projetos para poderem se perpetuar no poder.

Eles gastam mais de metade de nossa renda (subtraída através de impostos) e usam para se autopromover e distribuir entre seus filiados políticos e simpatizantes. São pessoas que não podemos acusar de desonestas, mas que usam e abusam do nosso patrimônio e, neste momento, se esforçam para colocpa-lo ainda mais para o domínio privado.

Não podemos nos iludir quando um político apresenta obras, gasta e "investe" recursos. Ora, somente dessa forma pode se justificar tantos gastos e tantas despesas meteóricas. Somente assim, empresas financiadoras de campanha conseguem resgatar o investimento feito. 

Por essas e tantas outras, não podemos confiar na conversa fiada de políticos. Mas, precisamos, cada vez mais, nos tornarmos mais politizados, mais envolvidos na política e mais fiscais intransigentes de todos os que, com nossa autorização, estão administrando o patrimônio público.

Se o Estado privatiza a si mesmo, não precisamos mais do Estado

Temos vivido uma onda de privatizações do patrimônio e dos Serviços de Estado "nunca antes" visto na história dessa nação. Contrariando qualquer lógica, hoje, onde os partidos de matriz socialista/marxistas e revolucionários estão no poder, o processo de terceirização do Estado se acelera ainda mais e nos torna, enquanto cidadãos, pagadores de impostos para que o Estado transfira toda riqueza para iniciativa privada.

Prometo ainda falar a respeito desse tema, trazendo aqui, apenas alguns lampejos que me veem a memória.

Um Estado que decide transferir para empresas privadas as suas competências não é tão necessário quanto se imagina. Por isso, estamos passíveis de viver um momento onde realmente haverá o fim do Estado como um dia foi idealizado a partir de um conceito democrático e socialmente justo.

Hoje, pagamos caro por um sistema de saúde que, em parte importante, tem seus serviços realizados por empresas terceirizadas ou (p)filantrópicas. Temos leis que terceirizam a gestão em saúde e também em Educação, assistência social e meio ambiente.

Ora! Se todas as funções de Estado estão sendo transferidas gradativamente para o âmbito privado, qual é a razão que temos para pagar tão caro para que o Estado faça a administração do que é nosso?

O que será do Coletivo Luciano Agra?

Não posso negar que admiro a coragem e ousadia de todas aquelas pessoas que resolveram se rebelar contra o Reinado do Sol e definir uma nova perspectiva política dentro do PSB: A de que o Partido não tem um Senhor Supremo. O maior contra-ponto ao modelo administrativo ao Governador Ricardo Coutinho surgiu de onde ele menos esperava, daquele que ele talvez achasse que seria a pessoa mais dócil do seu coletivo. Agora, diante dessa queda de braço, fica a pergunta, como será a partir de 2013, depois que as urnas redesenharem a política, sobretudo, na cidade de João Pessoa?

Uma das poucas certezas que podemos ter no cenário que se apresenta é o de uma vitória do\da candidata de Ricardo Coutinho em João Pessoa. A derrota é uma das mais prováveis de que se tem notícia e, diante dessa possibilidade real, aos Socialistas "rebeldes" não haverá opção de migrar para as ostes do Governo do Estado, já que, neste momento, estão se colocando como desafeto do seu líder supremo.

O núcleo básico que mantém a defesa do projeto de Eleição de Luciano Agra é realmente digno de admiração de todos nós. Ele simplesmente está numa tentativa quase suicida para proteger o nome que, em João Pessoa ,mais soma dentro do PSB para não deixar que o resultado das urnas na Capital Paraibana não seja tão humilhante para aquele que um dia sonhou ser o líder absoluto desse estado, governando desde o Estado até a mais distante municipalidade.

TEM MAIS...

Reinado do Sol também sonha, ao que parece, em estender seu domínio também a Reitoria da UFPB, já que, na UEPB suas asinhas foram cortadas por uma Paraibana daquelas que não tem medo de peitar machão e arrochar-lhes o cinto para dizer: "presta atenção porque quem tá falando aqui é uma mulher de coragem!".

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Agra sofre por ter sido fiel

Amigos e amigas, quem acompanha de perto os dois últimos anos da gestão de Luciano Agra em João Pessoa deve comungar da mesma percepção que este humilde blogueiro: Agra está sofrendo o peso de ter sido muito fiel ao Coletivo Ricardo Coutinho. Era constrangedor para todos que guardavam  e tem respeito pelo Prefeito Luciano Agra, saber que o comando da capital nunca tinha saído das mãos do Sr. Reicardo.

Não precisa ir muito longe, basta avaliar a composição das secretarias e do segundo escalão da capital, enquanto a paz e a submissão do Prefeito Luciano Agra se mantiveram.

Agora, Luciano Agra, provavelmente a maior vítima dos escândalos já detonados e dos que virão, tenta, num esforço colossal assumir o papel tão relevante enquanto prefeito de uma das grandes capitais do nordeste. Infelizmente, segue a mordaça partidária e ele nem mesmo pode lançar a si mesmo candidato do partido a sucessão municipal.

Eu diria que é uma situação que mistura esquizofrenia com psicopatia e certo transtorno obssessivo compusivo no interior de uma mesma legenda. Uma situação onde a principal liderança no âmbito municipal é preterida e tratada como um Zero a Esquerda!

A situação pela qual passa hoje o atual prefeito Luciano Agra é uma prova da capacidade de usurpação que impera no jardim dos girassóis. Prova gritante do quão arriscado é para outros partidos firmar aliança com essa legenda. Se eles não consideram nem respeitam, nem mesmo seus próprios filiados, como poderão respeitar outros partidos.

Não há qualquer dúvida que a principal marca do PSB tem sido a traição aos seus aliados mais importantes.

terça-feira, 22 de maio de 2012

O PSB quer provar quem manda no PT de João Pessoa

Cada dia fico mais preocupado com a ideia de supremacia a qual está pairando sobre o grupo do Governador Reicardo Coutinho. 

Diante de todas as declarações e articulações que se desenham localmente e nacionalmente fica claro a tentativa de interferência dentro do Partido dos Trabalhadores na Cidade de João Pessoa. 

Em alguns momentos, sobretudo depois de ter ouvido a fala da Vereadora Sandra Marrocos numa sonora do Programa Polêmica Paraíba, temos a impressão de que o PSB está pensando que o PT é uma parte da sua legenda e que quem deve decidir é Eduardo Campos os destinos do PT em João Pessoa.

Confesso que o que o PSB vem fazendo com o PT de João Pessoa pode até ser caracterizado como Assédio Moral, uma vez que está tentando interferir explicitamente nas decisões que deveriam exclusivamente caber ao Partido dos Trabalhadores.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

A Mentira é um Feitiço

Uma leitura necessária é o Livro "As 48 Leis do Poder". Na Lei 32 o autor fala sobre a necessidade de despertar a fantasia das pessoas e no decorrer de suas argumentações e história faz essa interessante citação:

"A mentira é um feitiço, uma invenção, que pode ser ornamentada como uma fantasia. Pode estar revestida com idéias místicas. A verdade é fria, sóbria, não tão confortável de se assimilar. A mentira é mais apetitosa. A pessoa mais detestável do mundo é a que sempre fala a verdade, nunca romanceia... Eu Acho sempre mais interessante e lucrativo romancear do que dizer a Verdade. 
(Joseph Weil, Vulgo "The Yellow Kid, 1875-1976)

Uma das razões para muitos dos corruptos que conhecemos continuarem esbanjando de prestígio e simpatia popular tem relação direta com essa Lei. A mentira para o corrupto é uma necessidade primária. Do outro lado, a maioria de nós não estão nenhum pouco interessada de viver as duras verdades que a realidade nos oferece.

Você é capaz de lembrar de quantos mentirosos que, neste momento, estão sendo levados nos braços de uma multidão para a glória e o reconhecimento pleno?


LEIA: GREENE, Robert. As 48 leis do poder. Robert Greene; trad. de Talita M Rodrigues. - Rio de Janeiro: Rocco, 2000. (pag. 296)

domingo, 20 de maio de 2012

Insegurança Jurídica: incompetência do legislativo

Amigos, me veio a mente os Dez Mandamentos! Imaginem que ele tem mais de quatro mil anos e, ainda hoje serve de referência para os principais religiões do Mundo. Algumas Leis são tão inteligentes que são difíceis de mudar até mesmo quando possuem algum tipo de erro ou injustiça. Mas, não é esse o caso das Leis que vem sendo aprovadas no Brasil nos últimos 30 anos! Sobretudo, pós-ditadura.

Estamos vivendo um momento de profunda incompetência do Poder Legislativo Brasileiro e também do Executivo quando decide legislar. Agora, pode vir alguém e contestar, mas tenho uma prova contundente para defender minha tese: A constância em que o Judiciário tem sido provocado para garantir a interpretação de um Lei. A propósito, de várias leis.

Não sei qual é a razão para mantermos os mesmos representantes tanto tempo no poder Legislativo, se eles não consegue criar Leis que tenha aquilo que é sua principal característica: Se Justa; e, também deve ser objetiva, não deve possuir lacunas em conter vícios relacionados a interesses particulares.

Muitas das Leis que Garantem direitos estão sistematicamente destruídas pelo poder executivo e Legislativo e poucas pessoas estão se dando conta do quão grave isso é. Imagine que direitos como o 13º salário, aposentadoria podem se perder muito em breve, porque pessoas a quem delegamos poder, simplesmente acham que isso não precisa ser dessa forma ou, pior, porque estão sendo forçadas a pensar assim.

Hoje nossa insegurança jurídica se dá em conta de termos um poder legislativo que tem se mostrado incompetente em muitas das leis que produz e, por isso, tem forçado o Judiciário a praticar um Legislativo estranho, baseado no entendimento de Juízes e não no dos Deputados e Senadores, que por principio, representam a vontade do povo.

Também grave é o quanto o Legislativo está tornando nossas Leis inseguras! Pense somente na quantidade de Leis aprovadas nos últimos dez anos na Paraíba que o atual governador, simplesmente resolveu revogar ou dar uma roupagem conforme seus interesses ou até mesmo para garantir os compromissos não declarados a população durante a campanha eleitoral.

Por conta dessa promiscuidade, tivemos o terreno onde funciona uma Academia de Polícia doado para iniciativa privada, tivemos o confisco de recursos que deveriam ser destinados para a Universidade Estadual, também tivemos a privatização da administração e também vários serviços que ocorrem dentro de hospitais públicos. Também testemunhamos aprovação de Lei que privatiza políticas públicas e que nega direitos de categorias como o Fisco e a Educação.

É preciso ligar o sinal de Alerta e começar a dar uma freada nessa festa descarada quem vem sendo feita com Leis fajutas e muito suspeitas e lacunosas.

Ricardo Coutinho - Codinome: Privatizador

Não podemos dizer que o governo de Ricardo Coutinho está um fracasso total. Isso não é verdade afinal temos testemunhado o sucesso dos seus empreendimentos quando se trata da privatização do patrimônio público e foi ainda mais longe: conseguiu aprovar uma Lei que privatiza até mesmo as Políticas Sociais a exemplo da Saúde, Educação e Assistência Social, sem contar turismo e meio ambiente.

Não acredito que haja força política suficiente para tirarmos esse camarada do poder mas, seguramente precisamos fazer algo para que ele não cumpra a agenda de privatizações do Estado e nos torne reféns do capital privado mais do que já somos nesse momento.

Ao ver o que foi repercutido pelo ClickPB a respeito da nota na Revista Época sobre a expectativa do Reicardo de Privatizar os Hotéis públicos não fico mais surpreso, afinal, quem privatizou a Acadepol é capaz de privatizar até mesmo a própria alma do socialismo. E, quem privatiza política social prova que não está nem um pouco preocupado com a natureza pública ou mesmo a função primordial do Estado com seus cidadãos.

Ser Partidário e Fazer Política Partidária é escolher ficar meio Cego

Já faz um tempinho que acompanho assuntos políticos e sou daquele tipo que adora entrar num bom debate e embate político. As eleições são pra mim um momento de êxtase! É como o Natal para os Cristãos e o Carnaval para os Cariocas. Mas, não precisa ter muita vivência nesse território para reconhecer que ser partidário político é uma escolha voluntária pela cegueira.

Não precisamos ir muito longe pra poder comprovar minha tese. Veja os escândalos recentes, vejas os antigos escândalos. São raríssimas as vezes em que os partidários partem para criticar e julgar de forma séria os alvos dos escândalos que fazem parte de seus próprios partidos. No máximo fingem imparcialidade e isolam a alma sebosa.

Precisamos mudar radicalmente a forma como tratamos políticos corruptos e seus partidos! Corrupção tem que ser uma praga tão repugnante quanto a homofobia, o racismo e o nazismo. Nossa tolerância precisa está abaixo de zero e a reprovação com gente desse tipo e seus partidos precisa levá-los aos piores índices de votação já pensados na história.

Quem bate palmas pra corrupto precisa ser tratado como corrupto. Quem perdoa corrupção deve ser tratado como corrupto. Somente com ama ação impetuosa, com total imparcialidade, sem achar que é o coração que precisa tomar as decisões políticas, sem se comportar como ingênuo voluntário ou um mero imbecil...

Faça sua parte contra a Corrupção: NÃO VOTE EM PARTIDO QUE PASSA A MÃO NA CABEÇA DE CORRUPTOS.

Radical! Eu? Claro que não! Radical é quem rouba leite de criança e quem finge que não viu.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Diferença entre o jornalista e o militante social

Do Sonho às Coisas
O jornalismo é certamente uma das melhores criações da humanidade. Se não houvessem no mundo pessoas comprometidas em difundir as notícias... o que seria de nós. Mas, devemos considerar que o jornalismo profissional tem suas particularidades e, nem sempre, o foco da notícia vai ser o da efetiva justiça social. E, em razão disso, resolvi fazer essa provocação destacando o que considero como sendo a diferença entre o jornalista e o militante social. Bom, trato como militante social, todas aquelas pessoas que estão na luta para promover a justiça social e garantir os direitos de todos que de uma forma ou de outra são vítimas do poder constituído seja do Estado, seja do Capital.

Antes precisamos dizer que o jornalista pode ser um militante social e o inverso também é verdadeiro.

A diferença básica entre o jornalista e o militante é que o primeiro divulgará uma notícia bombástica e investirá nela até onde houver audiência e ela possa trazer-lhe audiência e visibilidade. O militante, diante de uma notícia bombástica ele não descansa enquanto não ver desvendados todos os mistério relacionados com a referida notícia. O militante é capaz de passar anos e anos em busca da verdade e da justiça e não perder o foco em nenhum momento. O jornalista, até por uma questão de sobrevivência, precisa ir atrás da próxima notícia que lhe faça vender seu ofício que lhe gere a renda justa do trabalho realizado.

Veja como envelhecem as notícias! Veja como é absurdo a capacidade de esquecermos de coisas tão graves como é o caso do mensalão, da CPI do fim do mundo e, daqui a pouco, dessa cachoeira de corrupção. Tudo isso graças a uma necessidade jornalistica de sempre procurar a próxima notícia. 

Agora, não vamos achar que o jornalista está errado em procurar a próxima notícia, o próximo escândalo. Nada disso! Esse é o seu ofício. Ele tem como missão lançar para platéia tudo que anda acontecendo por aí. VEJA bem: sem manipulações, sem fabricar notícias. Daí, é obrigação da militância, dos que lutam por justiça social abraçar a causa e lutar com unhas e dentes para que o que foi noticiado seja apurado e que haja a devida consequência.

Assunto: jornalismo político, investigativo; corrupção, cidadania, militância.

A volta de Dércio: reação nuclear

http://www.dercio.com.br/
Internautas que gostam de artigos apimentados e de denuncias quentes certamente estavam sentindo falta do Blogueiro-Jornalista mais polêmico da Paraíba: Dércio Alcântara. Sua volta tira aquela áurea de desencanto onde tínhamos a esperança que o Coletivo do Mal havia conseguido derrubar um dos seus mais importantes adversários.

Mas Dércio Volta com toda gota! Volta com artilharia pesada e que imediatamente provoca os Ricardianos a Se movimentarem nas suas trincheiras e preparar seus equipamentos verbais e institucionais para se defender das assertivas do ilustre jornalista.

Na maioria das vezes, a desqualificação das notícias trazidas por Dércio é a estratégia do Governo. Mas, pra quem, minimamente andou pelos bastidores da administração pública, sabe que as informações divulgadas pelo blogueiro atômico tem como principal característica a Verdade, ainda que enfeitada com algum confete e serpentina.

Se vivêssemos num Estado onde houvesse massa crítica suficiente, teríamos a partir de muitas das postagens de Dércio uma reação nuclear que, com a mais absoluta certeza, tirariam a estabilidade do Governo Girassol e causariam uma reação em cadeia para uma profunda reforma moral nos esgotos da administração pública paraibana e, quem sabe, até mesmo na administração pública brasileira e também na política. 

quinta-feira, 17 de maio de 2012

#REVOLTAdoLEITE_PB : Quem Rouba Leite de Criança não merece perdão

Quanto mais penso na questão desse esquema de corrupção em que recursos destinados a compra de leite para criança eram ROUBADOS e o leite adulterado para trazer renda extra a pessoas sem qualquer escrúpulo, mais revoltado fico. Não podemos considerar que esse é apenas mais um escândalo, é sim uma espécie de genocídio, uma reedição da do Decreto do Rei Heródes que mandou matar todos os primogênitos quando soube que Um novo Rei nasceu em Israel.

Peço por todos os credos que não haja omissão da sociedade, nem das autoridades públicas em relação a esse crime. Já temos em todo Brasil pais que são presos pelo fato de terem atrasado o pagamento de pensões alimentícias e esse é um crime sem fiança. Imagine quão mais grave é praticar a perversidade de fornecer leite de péssima qualidade e roubar leite de crianças?

Não acho que a nossa INDIGNAÇÃO deva ficar restrita a Paraíba, mas deve alcançar proporções nacionais pois, se trata de uma espécie de genocídio baseado na condição social das vítimas.

#REVOLTAdoLEITE_PB

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Operação Amaltéia! Devia se chamar: Operação Caça aos Demônios

Talvez não pode haver coisa que mais entristeça uma mãe que ver seu filho não poder mais mamar no período compreendido entre os seis primeiros meses pós-nascimento. Agora, imagine que, além de não ter condições de mamar, essa criança ainda seja destituída do direito de tomar o precioso líquido dado de outras fontes. Não pode haver maior revolta do que testemunhar que haja seres humanos capazes de roubar o leite de crianças pobres e ainda serem capazes de viver em paz consigo mesmas.

Apesar de ter sido chamada de Operação Analtéia, bem que poderia ser chamada de Operação Caça aos Demônios, afinal, somente um ser tão perverso teria coragem de roubar leite de crianças. Mas, infelizmente, vivemos numa sociedade onde toda e qualquer forma de perversidade é possível de acontecer.

Cagepa: incompetência ou intencionalidade?

Amigos, vocês já devem ter se questionado das razões que levam uma empresa como a Companhia de Água e Esgoto da Paraíba - CAGEPA não conseguir ser para o Estado uma empresa rentável. Ora! A Cagepa, assim como já foi um dia a Saelpa, é uma empresa pública cujo o maior trunfo é não ter qualquer tipo de concorrência. Cem por cento pública, não faz qualquer sentido imaginar que ela não seja rentável ou que, ao menos não consiga se manter com desprendida autonomia. O que vem imediatamente como questão é exatamente saber se as razões para o fracasso histórico da Cagepa ser motivado por incompetência ou intencionalidade de sucateamento para posterior privatização.

Acho que devemos considerar essa possibilidade, afinal existe um fantasma que ronda o nosso Estado e que tem por propósito fundamental, convertê-lo numa empresa de sociedade privada  para usufruto do capital público. O Estado doa a empresas privadas o direito de administrar os recursos públicos de toda e qualquer natureza e, no caso de privatização da Cagepa, seríamos obrigados a ver um bem de necessidade primordial ser capitalizado e convertido em objeto de lucro e da competitividade selvagem e cruel do capitalismo.

Devemos ficar alertas para os ataques ferrenhos que veem sofrendo um dos nossos maiores patrimônios, a Cagepa, afinal, assim como testemunhamos a privatização da saúde e as tentativas de privatização da Educação, também podemos estar diante do desenho, ainda obscuro, de uma privatização baseada em justificativas concretamente razoáveis, porém, intencionalmente produzidas ao longo de anos por uma mão invisível que governa o Estado.

terça-feira, 15 de maio de 2012

Paraíba: Defensores Públicos Nomeados- Vitória da Justiça

Apesar das resistências do Governo, foi publicado no Diário Oficial de hoje a nomeação dos aprovados no último concurso público para Procurador do Estado. Parabéns aos Nomeados:


EDUARDO HENRIQUE VIDERES DE ALBUQUERQUE,
PAULO RENATO GUEDES BEZERRA,
MARIA CLARA CARVALHO LUJAN,
PAULO MARCIO SOARES MADRUGA.

Caso não tivessem sido nomeadas teriam que travar grande batalha judicial, afinal o Referido concurso, vence hoje.

Também hoje, foi publicada a promoção de vários oficiais da PM.

Ivan Burity - Fala Sério!

PB Agora
Perdão ao ilustre Ivan Burity. Não posso deixar de comentar a atitude austera que o mesmo tomou ao pedir para sair da Sedurb. Acho que se não aguentou a batida do bombo é melhor que saia mesmo, ao invés de ficar empurrando com a barriga algo que não está emocionalmente motivado para fazer. Agora, esse discurso criticando ingerência política na Secretaria é, no mínimo, hilário. Mais hilário ainda é sair rasgando elogios ao Reicardo Coutinho que, segundo Ivan, não permitia ingerência política.

Estou solidário ao Prefeito Luciano Agra que, durante quase dois anos, não conseguiu ser prefeito de João Pessoa, dependendo quase que exclusivamente das determinações do Mago e de seus indicados. Reicardo deixou toda sua prole na administração de João Pessoa e Agra nada mais era que um boneco em suas mãos. Agora, que Agra resolveu sair do casulo, vem o nobre Ivan Burity dizer que o Prefeito permite ingerência política na Sedurb, Paciência!!!!!!

Mas, venhamos e convenhamos, alguém conhece um governo onde não exista ingerência política? Claro que pode existir algum, mas o fato é que ingerência política tem até mesmo em empresas terceirizadas que prestam serviços ao Poder Público.

Concluindo: Sabe-se lá o que motivou o Sr Ivan Burity a sair da Sedurb! Mas, certamente os motivos que ele anuncia não me convencem. Tudo bem! Os motivos são dele e não tenho direito de me meter nisso.


Maranhão pegou 500 mil de "presente"!

Informação Contábil
Essa notícia é pra arrepiar cabelo na cabeça de careca! E também serve para descredenciar o Ex-Governador José Maranhão como postulante do cargo de prefeito da Cidade de João Pessoa. Declaração contundente como a feita por Alcides Fernandes, cria uma situação muito interessante e, caso se confirme deixará todos os principais candidatos a sucessão em João Pessoa com uma Ficha Sujinha da Silva - ainda que não com processo transitado e julgado.

Muito ainda precisará ser esclarecido. Sendo provável que a denuncia se perca na habitual inconsistência de provas. Mas o fato é que isso evidencia ainda mais a promiscuidade política de gestores públicos e que é um erro fatal depositar confiança em qualquer um que tome o poder.

Como já disse em outros momentos, precisamos estar atentos e fiscalizar de perto a atuação política de nossos representantes e, sobretudo, desconfiar de mecanismos de transferência dos recursos públicos para empresas privadas que, costumeiramente, conseguem altos lucros dos cofres públicos e, como sinal de gratidão, dão montantes em dinheiro para financiar campanhas políticas e vantagens particulares aos que propiciaram o lucro além da normalidade.

Enfim, quanto mais "terceirizado" for o Estado, mais fácil fica o desvio de recursos públicos e o pagamento de propinas em troca de favores em licitações e concorrências públicas. O detalhe é que, caso a doação seja declarada, não haverá crime algum, ainda que possa constituir um atentado a ética da natureza do serviço público.

Resta aguardar o desenrolar dos fatos e ficar de olhos esbugalhados para não perder de vista que esse tipo de prática, comprovado ou não, pode ser mais comum do que anunciam nossos austeros políticos.

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Estratégia do GovPB nas Redes Sociais

Todos e todas que estão sempre conectados já devem ter percebido que o Governo da Paraíba está pondo em andamento uma nova estratégia de marketing nas redes sociais. Desconfiei quando vi uma lei publicada no Diário Oficial que autorizava servidores públicos a usarem computadores dos Serviços Públicos para acessarem comunidades virtuais e e-mails particulares. Mas não pude imaginar o que estava em andamento.

No mesmo volume que desaceleram as denuncias no mundo virtual contra o governo do Rei, ampliam-se os perfis oficiais que divulgam as ações do governo no Twitter, no Facebook e, quem sabe, em outras comunidades. Observe que os perfis oficiais são utilizados em qualquer hora do dia ou da noite e a repercussão pode ser dada através de uma retuitada, de um curtir ou compartilhar.

Tuiteiros e facebookeiros de toda Paraíba! Acordem, porque o plano de hegemonia ideológica do governo da Paraíba já está em andamento e, se não falaram as vozes de revolta, falarão as vozes de manipulação e de acomodação.

Repudie a Veja Mas, não fique cego!

Caros amigos de leitura,

Não devemos cair na onda de ataques fulminante promovidas para desqualificar uma das maiores revistas do Brasil. Sabemos que ela está errada e que vendeu notícias para favorecer esses e aqueles corruptos e corruptores. Porém, a Revista Veja nada mais fez do que administrar o processo de divulgação do arsenal de corrupção que entope os esgotos do Brasil. Ela não precisou fabricar mentiras, apenas fez o comércio das mesmas.

Como já disse antes, existe um mercado de notícias e, a maioria das empresas de jornalismos vende notícias, fabrica notícias e troca notícias por vantagens.

A veja não é anjo, não é demônio ela apenas faz parte de uma cultura corrupta que está incorporada ao mercado da política e da administração pública brasileira.

Vamos jogar pedras mas, não vamos achar que destruir a Revista Veja vai resolver algo que é bem mais profundo e muito mais crítico do que possa imaginar.

Precisamos fazer uma limpeza pesada na política brasileira e nossas pedras precisam ter a ajuda da imprensa. Inclusive da PIG. Afinal, toda unanimidade é burra e perigosa.

O Dedo na Ferida - Façamos nossa Parte

Não podemos imaginar [ou será que podemos?] que numa época de plena afirmação de tantos seguimentos classificados como minoria da sociedade global, cantar uma letra crítica seja motivo de prisão e constrangimento para um artista. Deveria manter minha netqueta para não ofender nenhuma das pessoas que, por simpatia ou por simples monitoramente me lêem, mas... FODA-SE POLÍTICO SAFADO, porque ou vou por o dedo na ferida!

Ficha Técnica:
Música: Dedo na Ferida
Artista : Emicida
Beat: Renan Samam
Scratches: Dj Nyack
Captação e Edição: Nicolas Prado
Arte: Shock
Mixagem e Masterizacão: Bruno Pompeo e Guilherme Chiappetta
E ainda a letra para quem quiser acompanhar:
scratchs ( pimenta nos zóio dos politicos )
Foda-se vocês, foda-se suas leis!
scratchs ( a fúria negra ressuscita outra vez )
Foda-se vocês, foda-se suas leis!
scratchs ( anota meu recado)
Foda-se vocês, foda-se suas leis!
scratchs ( primeiro eu quero que se foda )
Renan Samam, Emicida, o rap ainda é o dedo na ferida…
Vi condomínios rasgarem mananciais
a mando de quem fala de Deus e age como Satanás.
(Uma lei) quem pode menos, chora mais,
corre do gás, luta, morre, enquanto o sangue escorre –
é nosso sangue nobre, que a pele cobre,
tamo no corre, dias melhores, sem lobby.
Hei, pequenina, não chore.
TV cancerigena,
aplaude prédio em cemitério indígena.
Auschwitz ou gueto? Índio ou preto?
Mesmo jeito, extermínio,
reportagem de um tempo mau, tipo Plínio.
Alphaville foi ilusão, incrimine-os
Grito como fuzis, Uzis, por brasis
que vem de baixo, igual Machado de Assis.
Ainda vivemos como nossos pais Elis
quanto vale uma vida humana, me diz?
Foda-se vocês, foda-se suas leis!
scratchs ( a furia negra ressuscita outra vez )
Foda-se vocês, foda-se suas leis!
scratchs ( anota meu recado)
Foda-se vocês, foda-se suas leis!
scratchs ( primeiro eu quero que se foda )
Renan Samam, Emicida, o rap ainda é o dedo na ferida…
É só um pensamento, bote no orçamento
nosso sofrimento, mortes e lamentos,
forte esquecimento de gente em nosso tempo
visto como lixo, soterrado nos desabamento
em favela, disse Marighella. Elo
contra porcos em castelo
o povo tem que cobrar com os parabelo
porque a justiça deles, só vai em cima de quem usa chinelo
e é vítima, agressão de farda é legítima.
Barracos no chão, enquanto chove.
Meus heróis também morreram de overdose,
de violência, sob coturnos de quem dita decência.
Homens de farda são maus, era do caos,
frios como halls, engatilha e plau!
Carniceiros ganham prêmios,
na terra onde bebês, respiram gás lacrimogênio.
Foda-se vocês, foda-se suas leis!
scratchs (a fúria negra ressuscita outra vez)
foda-se vocês, foda-se suas leis!
scratchs (anota meu recado)
Foda-se vocês, foda-se suas leis!
scratchs (primeiro eu quero que se foda)
Renan Samam, Emicida, o rap ainda é o dedo na ferida.